Rafael Motta é expulso do PROS após criticar compra de helicóptero feita pelo partido

154

O deputado federal Rafael Motta, presidente estadual do PROS, foi expulso pela direção nacional do partido, devido às críticas que fez ao uso do dinheiro do fundo partidário para a compra de um helicóptero no mês passado. O partido informou a expulsão do parlamentar à Câmara dos Deputados nesta terça-feira (1). O desligamento do deputado potiguar da bancada da sigla deverá ser oficializado nesta quarta-feira (2). Após o comunicado da expulsão, Rafael recebeu convites de vários partidos políticos Entre eles, o PSB, sigla à qual ele deverá se filiar.

Em processo de encolhimento no cenário nacional, o PROS abriu uma “caça às bruxas” contra os deputados federais da sigla que criticaram a compra de um helicóptero pela Executiva Nacional com dinheiro do fundo partidário, que , em tese, deveria ser usado para fortalecer as atividades partidárias. O algoz dos parlamentares é o presidente da legenda, Eurípedes Júnior.