Preso na Lava Jato é dono do banco que doou para campanha de Fátima Bezerra

403

O banco BTG Pactual foi um dos financiadores da campanha da senadora Fátima Bezerra. Nesta quarta-feira (25), André Esteves, dono do banco, foi preso por suspeita usar sua estrutura financeira para destruir provas na Lava Jato.

A doação do BTG à campanha da senadora foi legal e está registrada no site da Justiça Eleitoral. Ela foi realizada em 21 de outubro do ano passado, no valor de R$ 250 mil.
d679b2ae7345fcb524d1b0cc697a080e
O BTG é a quarta empresa implicada na Lava Jato que aparece na lista de doações à campanha de Fátima. Antes dele, apareceram a Engevix, Andrade Gutierrez e JBS.

Segundo a Polícia Federal, o BTG estava participando de uma ação com o senador Delcídio Amaral, líder do governo no Senado, para evitar a delação de Nestor Cerveró