Candidatura única em São José do Seridó

0

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN) julgou na tarde desta quinta-feira (29) o recurso impetrado pela coligação A FORÇA DO CORAÇÃO que pedia o deferimento da chapa João Lázaro (prefeito) e Priscila de Boró (vice), em São José do Seridó.
O parecer do plenário do TRE/RN foi pela manutenção do indeferimento das candidaturas de João e Priscila, de acordo com a decisão tomada pelo juiz titular da 056 Zona Eleitoral do RN, doutor Marcus Vinícius, no último dia 06 de setembro, de acordo com a Lei da Ficha Limpa.
Assim, a única chapa apta a disputar o pleito do próximo domingo (2) no município é a formada por Miúda (prefeita) e Borrego (vice), ambos do PMDB, e apoiada pelo prefeito Jackson Dantas.

Isaias e Vijaninho realizarão último comício da campanha

0

A campanha em Acari já entra na reta final. Nesta quinta-feira (29) as duas coligações realizarão passeata e comício. Os candidatos a prefeito e vice da coligação Força do Trabalho, Isaias e Fernandão, prometem mais uma quebra de recorde e promovem Passeata saindo e encerrando na Rua Otávio Lamartine.

Já a coligação União e Coragem: juntos por Acari, Vijaninho e Nenen, realizarão passeata e  comício saindo da Casa Azul e com encerramento no mesmo local.

 

 

Lei Seca será das 6h às 18h durante dia das eleições no RN, diz TRE

0

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) definiu o horário em que será proibida a venda de bebidas alcoólicas no próximo domingo (2), data do primeiro turno das eleições. De acordo com a portaria do tribunal, fica suspenso o consumo e a venda de bebidas alcoólicas em locais públicos, como bares, restaurantes e supermercados entre às 6h e 18h.

TRE indefere envio de tropas federais para Acari

0

O Tribunal Regional Eleitoral não acatou o pedido da 22ª Zona Eleitoral, que solicitou o envio de tropas federais para ajudar na segurança do pleito eleitoral. A alegação do Tribunal é que não existe nenhum fato novo que mereça o envio de tropas federais.

Fonte: Marcos Dantas

CAICÓ: Com foco em propostas, Roberto Germano é o melhor no debate e termina nos braços do povo

0

Preparo administrativo e experiência pesaram e foi determinante para o prefeito e candidato Roberto Germano ter sido considerado o melhor no debate promovido pelas entidades empresariais de Caicó e transmitido pela Rádio Povo e Site Kurtição na noite desta quarta-feira (28).

Roberto logo nas considerações iniciais apresentou propostas para a saúde de Caicó, além de fazer um breve relato de algumas melhorias desta importante área nos últimos anos. “Quero continuar prefeito para continuar mantendo o Samu, para continuar mantendo o Hospital Regional do Seridó, que por sinal é responsabilidade do Estado, para dar continuidade aos serviços do Hospital do Seridó e para concluir a Unidade de Pronto-Atendimento – UPA, que será entregue a população já no próximo semestre“, destacou Roberto Germano.

O desempenho de Roberto foi tão bom que no final do debate, ao sair da Casa do Empresário, foi carregado nos braços por eleitores que o aguardaram no lado de fora e pôde acompanhar tudo o que acontecia no encontro. “O Povo já decidiu que seremos novamente prefeito para continuar melhorando a vida do cidadão caicoense”, agradeceu o prefeito Roberto.

FALTOU CHÃO: Isaias Cabral promove o maior arrastão da história política de Acari

0

A noite deste domingo (25) entrou para história política de Acari. As ruas ficaram todas verdes e fizeram do arrastão e comício de Isaias e Fernandão, a maior movimentação politica já vista na cidade. A concentração aconteceu na Rua Otávio Lamartine, e logo depois o povo saiu percorrendo as principais ruas de Acari, onde faltou chão para tanta gente.

Milhares de pessoas compareceram ao arrastão e demostraram confiança e força a Isaias e Fernandão. Em um comício emocionante, Isaias recebeu as visitas de Garibaldi Alves e Henrique.

dsc_0121dsc_0196dsc_0353

dsc_0234

Instituto AgoraSei registra pesquisa para ser divulgada dia 1° de outubro em Acari

0

A Rádio Cabugi do Seridó encomendou mais uma pesquisa ao instituto AgoraSei para a cidade de Acari. Registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o protocolo RN-05365/2016, a pesquisa foi feita no dia 24 deste mês, e estará liberada para divulgação no dia 1° de outubro (sábado).

Isaias e Fernandão realizam a maior carreata da história política de Acari

0

No final da tarde deste domingo (25) foi realizado o tradicional Esquenta Turbinas do 15 pelos principais bairros de Acari. Centenas de carros e motos formaram uma grande carreata, considerada a maior já vista no Município. A cidade já está no clima para o Arrastão que ocorrerá logo mais à noite a partir das 19h30.

dsc_0793

dsc_0772

Acarienses realizam campanha para fazer o translado do corpo de Enos Felix

0

A família do jovem Enos Felix, que faleceu em São Paulo, pede ajuda para fazer o translado do corpo para Acari e possibilitar a realização do seu velório e sepultamento com dignidade. Qualquer quantia por menor que seja será muito bem vinda .
Dados da conta bancária para depósito.

Agência: 0075-2
Conta corrente: 11224-0
Banco do Brasil
Ildeci Fernandes
Desde já agradecemos a todos !

ÓTIMA NOTÍCIA: La Niña já está atuando e vai até 2019

0

Segundo os critérios do Climate Prediction Center (CPC), atualmente o Pacífico está neutro, embora, já por 12 semanas consecutivas, sua temperatura apresente anomalias negativas. A previsão de consenso dos pesquisadores do CPC e do International Research Institute for Climate and Society (IRI) é que a chance de um La Niña se estabelecer a partir de agosto-outubro de 2016 é pequena. A previsão de consenso IRI/CPC é haja 55% de probabilidade que o Pacífico volte à neutralidade (Fig.1). Essa “previsão de consenso” é feita por modelos numéricos que sabidamente não representam adequadamente os processos físicos que controlam o clima global e, portanto, suas previsões são altamente limitadas, tendo enormes chances de serem erradas.

pós junho de 1998, as ATSM persistiram negativas até janeiro de 2002 e o autor continua apostando que o La Niña vai ser semelhante ao de 1998-2001 e que pode persistir até 2019. Nos meses de setembro-outubro, as águas do Pacífico tendem a se aquecer e ter anomalias negativas menores, ou até positivas, porque o Sol está em cima dessa região. Porém, as águas sub-superficiais estão frias até cerca de 150 metros de profundidade em praticamente todo o Pacífico Equatorial e a convecção (formação de nuvens e chuva) está começando a se estabelecer na Indonésia no período de outubro-novembro. Essa última situação deve provocar o abaixamento da pressão atmosférica na região da Indonésia durante esse período e acelerar os Ventos de Leste que, por sua vez, vão aumentar a ressurgência de águas frias na costa oeste da América do Sul, dando continuidade, após abril-maio de 2017, ao La Niña que já começou a se estabelecer na terceira semana de julho de 2016.

Portanto, é necessário ter cautela com as afirmações que aparecem na mídia que “não há mais La Niña”. Em adição, a afirmação que aparece nessa notícia que “[A] atmosfera não se prende a rótulos. Seja fenômeno La Niña fraco, com desvio de -0,5°C, ou neutralidade com viés negativo de -0,4°C, -0,3°C, o padrão atmosférico seguirá o mesmo definido há alguns meses”, não encontra respaldo nos dados históricos de anomalias de climáticas. O conhecimento atual sugere que exista um atraso (“lag”) de 3 a 6 meses nas respostas dos outros oceanos ao processo El Niño/La Niña, dependendo de sua localização. A atmosfera é aquecida por baixo, ar em contato com a superfície, que é dominada essencialmente por oceanos (71%) na Terra. Se as TSM mudam em resposta ao processo El Niño/La Niña, o padrão atmosférico e o clima são forçados, pela superfície dos oceanos, a mudar. O Oceano Atlântico é a grande fonte de umidade para as chuvas do Brasil e os dados de agosto mostram que o Atlântico ainda está com anomalias de TSM positivas, o que sugere que o ano hidrológico 2016-2017, particularmente em seu início, será mais chuvoso que anos anteriores, embora os totais possam, ainda, ficar 10% a 20% abaixo da média dos últimos 70 anos em algumas áreas do país. Alerta-se o leitor para tomar cuidados com as notícias baseadas em resultados de modelos previsão pois, sejam eles dinâmicos ou estatísticos, geralmente erram!

Luiz Carlos Baldicero Molion é PhD em Meteorologia e pesquisador aposentado do INPE/MCTI e professor aposentado da UFAL/MEC.